sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Partilha tempo de Qualidade com @ Tu@ Namorad@ ...




E no meio de "tantas agendas" porque não agendar tempo de qualidade com a pessoa que está ao nosso lado.
Semanas completamente "loucas" com trabalho mais os passatempos que por vezes acabam tarde e não combinam com os horários d@ tu@ namorad@, permite que exista...na tua agenda tempo de  partilhar.... para
...aquele episódio na Netflix/Series...
Tempo para não fazer nada...
Tempo para passear...
Tempo para conversar
Tempo para curtir a companhia do outro...
Tempo para namorar...
Tempo para jantar naquele "sitio" que por acaso é o prefiro dele ou dela..
Tempo para "sacar" um fim de semana e ir por ai...
Tempo para cozinharem juntos...
Tempo para serem crianças e brincarem...
Tempo para esquecer de coisas "importantes"...
Tempo para conhecerem o mundo :)))

Bom fim de semana <3

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Quantos Sugadores de Tempo Tens? Vivemos na era das distracções/aplicações, não há dúvida sobre isso.



Vivemos na era das distracções/aplicações, não há dúvida sobre isso.
O número de distracções que enfrentamos a cada dia parecem intermináveis. 
O dia começa com uma serie de hábitos que por si só já desviam o nosso foco do mais importante, incluindo a internet, recados, e-mail, as compras, telemóvel, acções que a curto prazo produzem uma sensação de satisfação e contentamento. No entanto são sugadores do nosso tempo e não produzem resultados a longo prazo.
Qual é o custo de seres excessivamente distraíd@? 
Os custos de cederes a distracções são muitos. Podemos perder:
  • a nossa auto-eficácia;
  • o nosso tempo livre;
  • o nosso sono;
  • o nosso dinheiro (compras excessivas sites);
  • a nossa segurança durante a condução;
  • a nossa conexão com os outros, incluindo nossos filhos/mulher/marido e os nossos amigos
  • o nosso caminho (literalmente);
  • o nosso tempo para planear os projectos de forma consciente;
  • o nosso tempo longe de vários dispositivos digitais
  • a nossa auto-organizada (porque não temos tempo para colocar as coisas onde elas pertencem);
  • a nossa oportunidade de aprender/adquirir novos conhecimentos;
  • o nosso tempo para fazer exercício;
  • o nosso tempo para criar coisas e experiências novas;
O que nos mantém em um modo distraído/Sem foco?
Parece que não, mas tudo acontece para que não exista foco no que é realmente mais importante, provavelmente permitimos que exista esta absorção do nosso tempo/Foco,. porque:
  • não sentimos confiança para avançar;
  • estamos cansados ​​demais (excesso de trabalho) para estarmos 100% concentrados;
  • temos medo de perder (rejeição);
  • pensamos que conseguimos fazer "tudo" e dizemos que sim a tudo;
  • nunca fomos muito bons em manter o foco (gostamos de fazer 1000 coisas ao mesmo tempo..)
  • somos viciados em fluxos de informação que as redes sociais disponibilizam (facebook, whatsapp, etc);
  • temos dificuldade em parar e iniciar/terminar algo, deixamos tudo a meio;
  • o habito de não fazer de forma eficiente o nosso trabalho/tarefas é tão recorrente que nem temos consciência sobre o quão distraídos somos; 
Se neste momento tomaste a decisão que vais ter um maior foco sobre o que realmente é importante partilho algumas sugestões que uso com os meus clientes ao longo das sessões e mais do que isso, uso comigo.
1. Define o teu foco prioritário.
Analisa neste momento os resultados que tens, se estás a estudar (estás a fazer esse curso com que objectivo/finalidade). Se trabalhas para uma empresa, quais são os teus objectivos na actividade que desenvolves. Se és empresário ou um freelancer, como é que vais maximizar a tua produtividade, como é que vais ter mais resultados?
Descobri que para mim definir um foco prioritário é extremamente difícil visto que para além de ser coach estou envolvida noutros projectos ou seja facilmente fico a "voar e a flutuar entre ideias e projectos diferentes de uma só vez. No entanto quando sou honesta comigo, sei o que posso fazer no meu trabalho e organizo bem o meu dia (entre o trabalho e o lazer) e sei quais são as minhas prioridades.
2. Escreve o teu plano
Há algo de mágico que acontece quando escreves as coisas. Usa a magia de te conectares com o teu resultado, foca a tua atenção em acções concretas. Escreve o teu plano (Resultado/Tarefas/Datas).
3. Aceita o que não sabes
Quando aceitamos o que não sabemos e pedimos ajuda, mais facilmente conseguimos chegar ao resultado que tanto desejamos.
4. Separa o trabalho da diversão
Ser capaz de separar o trabalho da diversão é uma das grandes chaves para combater a procrastinação.
Quando permitimos que as distracções por exemplo: o Facebook interfiram com o nosso espaço de trabalho, facilmente esquecemos o que estamos a fazer e com grande rapidez mantemos a conversa com "o amigo de longa data que encontramos na internet". Um dos grandes desafios que ocorre muitas vezes nas minhas sessões passa pelo horário de saída do trabalho. Não sei se acontece contigo mas normalmente entras sempre à mesma hora, contudo a hora de saída é variável, muitas vezes ficas a trabalhar 2h, 3h, 4h a mais para terminar "o tal projecto".
Como é visível tanto a tua vida profissional como a tua vida pessoal é afectada com a falta de gestão do teu tempo de trabalho/diversão. Peço que contabilizes os minutos/horas que estão a ser mal geridos durante o teu dia.
Quando focas a tua concentração no teu trabalho mais facilmente consegues chegar às respostas/soluções que desejas por sua vez, quando estás no teu momento de lazer consegues aproveitar mais, visto que estás mais relaxado. 
Reserva do teu dia um espaço (define o tempo máximo)  para "jogar aquele jogo que tanto gostas", "ligar à tua melhor amiga/namorado", "entra no chat e conversa com aquele amigo que longa data" ou "fazer uns likes no facebook".
Não mistures o tempo que estás a trabalhar com o tempo de diversão, começa por treinar o teu foco.
Para aqueles que facilmente permitem que os Sugadores de Tempo entrem no seu dia a dia partilho contigo a minha sessão gratuita:
Define a Tua área Prioritária:
https://www.eventbrite.pt/e/bilhetes-define-a-tua-area-prioritaria-sessao-online-coaching-27666436055
Contactos: 
coachflaviagouveia@gmail.com
962595029

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Vivemos numa sociedade urgente, rápida e ansiosa...


“Vivemos numa sociedade urgente, rápida e ansiosa. Nunca as pessoas tiveram uma mente tão agitada e stressada. Paciência e tolerância para as contrariedades estão a tornar-se artigos de luxo. Quando o computador demora a iniciar, são poucas as pessoas que não se irritam. E quando não estão a dedicar-se a actividades interessantes, facilmente se angustiam.

Raros são os que contemplam as flores nos jardins ou se sentam para conversar nas suas varandas ou à janela.Estamos na era da indústria do entretenimento e, paradoxalmente, na era do tédio. è muito triste descobrir que a maior parte dos seres humanos de todas as nações não sabem ficar sozinhos, interiorizar, refletir sobre as nuances da existência, desfrutar da própria companhia (...).

Estas pessoas conhecem muitas outras nas redes sociais, mas raramente conhecem alguém a fundo e, o que é pior, raramente se conhecem a si próprias.
Augusto Cury,

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Quando fazemos tudo ao contrário do que é suposto...Rumo aos Nosso Objectivo...






E quando defines um objectivo e estás duas semanas super mega disciplinado.. mal toca o despertador os pés já estão fora da cama.... "toca calçar os tenis, fato de treino" Rumo a mais um treino no meu caso é ... rumo aos 50kg para algumas pessoas isto é um objectivo estúpido e sem sentido :))))))) para mim é super válido afinal de contas tenho de apenas perder 1kg :))))) 
Mas esta semana fiz tudo ao contrário, eu e os Chocolates "temos uma relação de grande amor então já perdi a conta dos chocolates que comi... mais o exercício físico que foi 0... sim esta semana foi 0... o despertador tocava e eu pensava "mais um bocadinho... mais um bocadinho até que já são horas de trabalhar e o treino já era....

Confesso que não tenho orgulho nenhum em escrever isto, afinal de contas o meu trabalho passa muito por motivar os outros a entrar em ação... e eu estou a fazer exactamente o oposto...
Mas errar faz parte do processo e os erros são excelentes professores. Oferecem-nos um terreno muito fértil para o crescimento pessoal.

Rumo aos 50kg aceitando que posso Errar e comer chocolates sem culpa <3 <3



quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Quais são os obstáculos que te impedem a plena metamorfose?






O processo de coaching permite a auto-reflexão, a definição de meta, acções e comportamentos, facilita a eliminação dos obstáculos que impedem a plena metamorfose d@ cliente. 
A participação do coach é a de facilitar o desenvolvimento, ou melhor, a transformação do cliente, ajudando-o na realização dos seus desejos e objectivos, facilitando para que ele possa atingir a sua autonomia, emancipação, auto-realização e êxito, através da concretização dos seus desejos/objectivos/sonhos. 

Agenda a tua sessão gratuita online:
https://www.eventbrite.pt/e/bilhetes-qual-e-o-teu-valor-sessao-online-gratuita-lideranca-pessoal-27698192038

Contactos:
Email: coachflaviagouveia@gmail.com

Telemóvel: 962595029

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

A Gaivota entre as Galinhas - O que podes fazer hoje para "deixar a capoeira" e voar até o teu sonho?




Era uma vez um ovo de gaivota que caiu numa capoeira  entre galinhas. Assim que a gaivota nasceu, olhou à sua volta e só viu galinhas. Achando que era uma delas cresceu a imitá-las, mas sempre se sentiu diferente. Um dia a gaivota olhou para o céu e viu gaivotas a voar. E ficou de tal forma maravilhada que perguntou a outra galinha o que era aquilo. A galinha respondeu que eram gaivotas. A gaivota ficou fascinada como o que vira e insistiu com a galinha.
Perguntou-lhe porque é que elas não voavam ou planavam como as gaivotas. A gaivota ficou triste porque afinal ela preferia ser como aquela gaivota que voava, sem saber que ela também era uma delas. Estão resignou-se com a sua condição de galinha e ficou naquela capoeira durante toda a sua vida.

O que podes fazer hoje para "deixar a capoeira  e voar até o teu sonho?

Agenda a tua sessão gratuita:
Email: coachflaviagouveia@gmail.com

Telemóvel: 962595029

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

e apesar de tudo, rimos.





e apesar de tudo, rimos.
essa - o riso - deve ser a qualidade que mais admiro nas pessoas. e não estou a falar daqueles que animam as festas com mil piadas e anedotas já de carreira. não, falo daqueles que tem sempre um riso para combater os dias maus. e um riso ainda mais forte para celebrar os dias bons. conheci na vida pessoas fantásticas nesta arte. algumas que já partiram, e que juro, tiveram os risos mais puros quando confrontadas com a pior noticia. risos de dor, pela partida iminente, mas de imensa gratidão por tudo o que conseguiram viver. deve ser por admirar tanta esta qualidade que me irritam os queixinhas profissionais, os desistentes prematuros, os chorões permanentes: aquelas pessoas para quem está sempre tudo mal, o mundo é injusto, o país é uma merda e tudo lhes acontece. bullshit, peguem num sorriso e façam-se à vida. que ela custa a todos. haja saúde.

e apesar de tudo, rimos.
essa - o riso - deve ser a marca mais bonita de uma relação. de amigos, de irmãos, de amores. a capacidade de rir no fim: no fim do dia mau, no fim de uma discussão, no fim de um choro compulsivo. quase obsessão, só sossego quando roubo um sorriso antes de me despedir dos meus. antes de os meus pais saírem de minha casa depois do fim-de-semana, antes de qualquer amigo desligar o telefone, antes de adormeceres, ali, na almofada ao lado. um dia bom tem de ter vários risos, uns de parvoíce, outros de gozo com nós próprios (que melhor há do que rir de mim próprio?), outros de tonterias que se dizem no meio de conversas banais. e um dia bom tem de ter ainda vários tipos de riso: aqueles discretos, que saem do nada e demoram apenas dois segundos; aquelas gargalhadas enormes, despregadas, quando nos mexem nos botões certos da ironia; e aquele riso silencioso, quando só os lábios mexem ao ritmo do brilho dos olhos - são risos quase de admiração, que dizem: tonto, se soubesses como é bom é ser feliz ao teu lado..

e apesar de tudo, rimos.
quando no meio de um jantar de amigos, os olhos apenas se cruzam, e rimos em silêncio, no meio da conversa solta. único, quando te abro a porta já com uma piada estúpida de gozo, apenas para te fazer rir e soltar o tédio - cómico mesmo, como te irrita a ti própria, que eu te faça gargalhar nesses momentos. 
mas a prova maior de um amor, é quando mesmo no meio das coisas más, apesar de tudo, rimos. porque a vida não vai fácil, tudo se demora, tudo se complica. as opções que parecem as melhores, descobrem-se sempre as mais lentas. mas entre a dificuldade do fazer, e a certeza tão grande do querer, o riso é mesmo a nossa melhor arma. porque rimos muito, como nunca. e rimos a sério: sobre o amor - lamechas, sobre o corpo - safado, sobre a alma - igual. mas sabes, rimos acima de tudo pela alegria simples que é estar junto - é a diferença entre amar, e ser feliz a amar..

Texto: homem dos momentos