sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Dá Prioridade ao que é Mais Importante AGORA!



A definição de metas não deve ser feita apenas em Janeiro (inicio de um novo ano), deve sim estar na tua agenda ao longo de todos os meses do ano. 

Não tens de criar algo novo mas podes dar mais rentabilidade aos objectivos que já foram alcançados anteriormente. 
Começa por etapas imaginado que gostavas de perder peso e estás neste momento com 72kg mas o teu peso ideal são 65kg. 
Até o final do mês qual é o peso que podes ter, de forma realista? 
Quantas vezes vais treinar ao longo da semana? 
Tens alguma imagem tua com o peso que gostavas de ter? 
Usa-a para te motivar quando toca o despertador e dizes "hoje está tão quentinho não me apetece" , tira do armário os vestidos que usavas quando tinhas esse peso e coloca num sitio que tenha mais visibilidade.
Quando temos muita coisa na nossa mente, torna-se mais difícil definir um foco e facilmente caímos no ridículo de não fazer nada.
Partilho contigo um exercício que podes fazer agora para que possas perceber o que realmente é importante na tua vida neste momento.


Exercício:
 Pega no teu Bloco de notas e vamos lá trabalhar: 
1) Pensa neste momento que coisas são importantes e precisas/quere mudar/alcançar?
Escreve e coloca por ordem de prioridade. 
Ex: 1º Lançar Projecto 
2º Fazer uma viagem
3º Escrever um Livro
2) Que acção  precisas de ter para chegares mais perto do teu objectivo?
Tens de ser realista e específico, coloca por ordem, com datas e tempo de conclusão:
1º Lançar Projecto (Data de conclusão Junho 2017, dedicação diária: 3 horas, 
Conclusão da 1º fase do Projecto: Março, 2º fase do Projecto Maio)
3) No teu plano que estratégias podes usar para que o teu projecto tenha impacto e sucesso?
4) Quais são  as consequências caso não cries uma estratégia de acção?
5) Quais são os obstáculos que podes encontrar e como  podes superá-los?
Agora que já sabes qual é o teu foco principal só precisas e acção:

Agenda a tua sessão gratuita: Define Prioridades!
https://www.eventbrite.pt/e/bilhetes-define-a-tua-area-prioritaria-sessao-online-coaching-31973021167
Contactos: 
Email: coachflaviagouveia@gmail.com
Telemovel: 962595029

Abraço

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Até onde pode levar a tua Vulnerabilidade?






Muitas vezes caímos no erro de comparar a nossa "força", ou dor com a do outro, no passado domingo um amigo ligou-me era o seu aniversário. Ao longo do seu discurso manifestava uma voz triste visto que recentemente tinha se divorciado. Ao longo da nossa conversa frisou a sua revolta face à ex mulher que em pouco tempo assumiu uma nova relação e ele não conseguiu perceber esse facto. A verdade é que todos temos uma capacidade diferente de lidar com as situações, li uma metáfora à qual uso muito nas minhas sessões que explica o seguinte:
"Três bonecas: Uma de vidro, outra de plástico e a última de aço, são submetidas a uma pancada de martelo de igual intensidade. Contudo, o resultado em termos de vulnerabilidade é bem diferente: a boneca de vidro quebrou-se, a boneca de plástico ficou com uma marca indelével e a boneca de aço resiste."
Portanto como podem verificar todas elas foram expostas ao mesmo risco e "dor" mas a capacidade de "reacção" em todas foi diferente, porquê? Porque o material é diferente.
O mesmo podemos dizer em relação à nossa vulnerabilidade, todos temos histórias diferentes e formas diferentes de reagir à dor, para mim um desafio pode significar uma forte vontade em definir logo um plano com soluções mas para o meu pai um desafio significa uns minutos de grande stress. 
Analisa a forma como lidas com as situações mais desafiadoras do teu dia e começa e perceber qual é a tua capacidade de reacção? 
Ontem, numa sessão estava a analisar os resultados de uma cliente fase ao projecto dela e ela resumiu em três palavras o seu desempenho: "Flávia foi miserável". Perante aquele feedback perguntei qual era o verdadeiro motivo de se avaliar daquela forma. 
Segundo ela, foi o mês que recebeu mais "não's" então ao longo das semanas começou a deixar de acreditar que era capaz. A capacidade de lidar com a vulnerabilidade também requer treino, ou seja é fundamental perante "não's" criares mecanismos de prazer. O que podes fazer depois de um "não"? Quem são as pessoas que gostam de ti e dizem "sim"? 
Estar e ser Vulnerável é fundamental para o nosso crescimento mas atenção às soluções que podes encontrar para superar esse estado.

Partilho os meus contactos para uma sessão gratuita:
Email: coachflaviagouveia@gmail.com
Telemovel: 962595029


quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Quais são os motivos que não te levam à acção?



Agenda a Tua Sessão Agora:
Email: coachflaviagouveia@gmail.com
Telemóvel: 962595029

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Quantas vezes por Dia dizes "Não tenho tempo" - A arte de Procrastinar...



"O tempo é uma coisa criada, dizer: 'Não tenho tempo' é dizer 'Não quero'" 


Lao Tzu




Todos nós temos a mesma quantidade de tempo. Se insistes em afirmar não "tenho tempo" para fazer algo, então provavelmente não queres fazê-lo. Porque continuas a arrastar essas coisas?

Todos nós procrastinamos às vezes as razões porque o fazemos são infinitas. Mas o que acontece quando continuas procrastinando coisas importantes?

Reflecte: Que oportunidades já perdeste na tua vida porque andaste a prognosticar?




Assim como tens resultados que surgem da tua própria procrastinação também o sentimento de culpa ao longo do tempo vai crescendo cada vez que "moves" essa mesma tarefa para o "amanhã eu faço..." conheces aquele amanhã que nunca vai acontecer? Esse amanhã contribui muito para o teu insucesso.

Para a próxima vez que olhares para a tua lista de "pendentes" faz as seguintes perguntas:



1- "Eu realmente preciso fazer isso?"

Se a resposta for não, tira da tua lista de tarefas. Um casal amigo no passado domingo convidou-me para almoçar na casa deles, ainda não conhecia a casa nova e apresentaram-me. Quando chegamos ao quarto das arrumações disseram-me olha já sei que és coach e és toda dada à organização mas já pusemos na nossa lista de tarefas "arrumar o quarto dos arrumes, e chegamos à conclusão que depois de tanto adiar não era importante para nós. Deste modo desistimos da ideia de o arrumar.

2- "Eu não estou a fazer isso, porque eu não sei como fazer?" 

Se sim, então descobre o que precisas de saber para te mover para a "acção" encontra uma solução - um especialista na área, um amigo, um seminário, um livro, um site - para te dar as competências necessárias. 
Aqui vou dar o meu exemplo, ando a "adiar a realização do meu site a alguns meses, a semana passada reuni com a pessoa que vai fazê-lo uma vez que não tenho de todo competências para fazer sozinha.

3- "Eu não estou a fazer isso porque é uma coisa que eu odeio?" 

Se sim, de que maneira podes delegar essa tarefa? Caso faças parte de uma empresa e é uma tarefa fundamental na tua equipa como podes usar os recursos que existem para que seja concluída mas não por ti?



Desafio para o Fim de Semana:

Olha para a tua lista de tarefas pendentes e faz estas três perguntas e começa a "resolver tudo o que tens deixado para "amanhã". Porque o amanhã é muito tarde arranja soluções hoje, só assim podes ter resultados mais produtivos.

Contactos:
Email: coachflaviagouveia@gmail.com
Telemovel: 962595029

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Qual é a melhor Idade para Ser Feliz?


"Existe somente uma idade para a gente ser feliz, somente uma época na vida de cada pessoa em que é possível sonhar e fazer planos e ter energia bastante para realizá-los a despeito de todas as dificuldades e obstáculos.
Uma só idade para a gente se encantar com a vida e viver apaixonadamente e desfrutar tudo com toda intensidade sem medo nem culpa de sentir prazer.
Fase dourada em que a gente pode criar e recriar a vida à nossa própria imagem e semelhança e vestir-se com todas as cores e experimentar todos os sabores e entregar-se a todos os amores sem preconceito nem pudor.
Tempo de entusiasmo e coragem em que todo desafio é mais um convite à luta que a gente enfrenta com toda disposição de tentar algo NOVO, de NOVO e de NOVO, e quantas vezes for preciso.

Essa idade tão fugaz na vida da gente chama-se PRESENTE e tem a duração do instante que passa."
Mário Quintana

Contactos:
Email: coachflaviagouveia@gmail.com
Telemovel: 962595029

Qual é a tua capacidade de lidar com a Frustração? A Resiliência do pequeno polegar

Qual é a tua capacidade de lidar com a Frustração?
Como consegues te adaptar ao novo? (novo emprego, novo estado civil, nova casa, novo país)






O pequeno polegar era o filho mais novo da família, muito pequeno e de saúde delicada, rejeitado pela mãe e considerado o mais insignificante dos sete rapazes (o mais velho era o preferido da mãe) diz Perrault que era o bode expiatório da família. Porém o pequeno polegar  (aparentemente tão pequeno e tão frágil, mas tão malicioso) não só escapava às situações ameaçadoras, como revela grandes capacidades de adaptação, descobrindo estratagemas para se safar das situações mais perigosas e ajudar os irmãos.
A isto chamamos de Resiliência.
O pequeno polegar com efeito, superou o abandono materno (rejeição), depois, mais concretamente, o abandono na floresta, mas conseguiu também escapar  a um terrível tigre que permitiu salvar  os seus irmãos. 
O fim do conto, na versão inicial de C. Perrault refere que o pequeno polegar conseguiu brilhar socialmente, sendo rico e frequentador da corte do rei.
Podemos concluir que por detrás de uma fragilidade aparente é possível mobilizar factores de adaptação utilizando recursos internos nomeadamente: flexibilidade, agilidade, que ajudam ao nível da adversidade capacitando no alcance de resultados mais satisfatórios. 

O que necessitas para conseguir agir como o pequeno polegar?


Contactos:
Email: coachflaviagouveia@gmail.com
Telemovel: 962595029


quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

É mais fácil desistir quando ouvimos "não és capaz" ou mantemos o nosso foco porque sabemos que somos capazes?

Todos os anos na Sapolândia, uma terra povoada só por sapinhos, existe uma corrida anual, por todos esperada com grande ansiedade. Realiza-se por altura do verão e o objetivo é subir uma torre muito alta.
Começou a competição! Como a multidão que assiste não acredita que os sapinhos consigam alcançar o alto da torre, gritam sem cessar:
“Não vão conseguir, não vão conseguir!”
Um a um, os sapinhos íam desistindo, excepto um que continuava a subir, tranquilo.
A multidão continuava a aclamar: “Não vais conseguir, não vais conseguir! A torre é muito alta e faz muito calor!”
No final da competição, todos os sapinhos tinham desistido, menos aquele, que venceu o grande prémio.
“Que grande atleta! Fantástico!” – Todos exclamaram.
Rapidamente se juntou toda a comunicação social à volta do sapinho. Todos queriam saber o que aconteceu, qual era o seu segredo.
Mas o sapinho estava tão cansado que nem podia falar. Então dirigiram-se todos, num frenezim, para a esposa do sapinho e bombardearam-na com perguntas:
“Como é que ele conseguiu chegar ao fim? Como??”
Foi então que ela falou:
– “Simples! Ele é surdo!”
 Contactos:
Email:
coachflaviagouveia@gmail.com
Telemóvel: 962595029